Violência doméstica: diferenças geracionais na perceção das mulheres ciganas sobre o fenómeno

No âmbito do trabalho que tem sido desenvolvido pela APF no Conjunto Habitacional da Biquinha com particular enfoque no trabalho com as mulheres ciganas e na área específica da violência contra as mulheres, violência de género e violência doméstica, apresentamos um poster que resulta de um estudo científico intitulado "Violência doméstica: diferenças geracionais na perceção das mulheres ciganas sobre o fenómeno".

A APF Norte desenvolve um trabalho de grande rigor ético e de proximidade diária com esta população desde 2004, que só é possível com o apoio institucional e financeiro da Câmara Municipal de Matosinhos.

A Câmara Municipal de Matosinhos tem feito um claro investimento no combate à violência de género e violência doméstica e com a criação da Rede de Intervenção na Violência Doméstica e em Contexto Familiar, têm sido várias as ações desenvolvidas. O poster que aqui apresentamos, após validação de júri especializado na área, foi apresentado pela primeira vez, no Seminário (IN)VISIBILIDADES NA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA - Obstáculos | Desafios | Reflexões.

O estudo científico realizado, a partir do qual foram retirados os dados para a realização do referido poster, contou com a participação de 18 mulheres ciganas residentes no Conjunto Habitacional da Biquinha, e procurou, entre outros, compreender a existência de evolução relativamente à perceção das mulheres ciganas sobre a violência de género e a violência doméstica. Recorreu-se às perceções destas mulheres, com o objetivo de compreender a existência de diferenças em função da idade/escolaridade das mesmas.

Trata-se de um trabalho desenvolvido 2019, consideramos pertinente a sua publicação e divulgação no site da APF, uma vez que se aproxima o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres.

poster_cientifico_apf.pdf