Vírus do Papiloma Humano - HPV

Existem mais de 100 tipos de HPV. Em determinados casos afectam a pele e causam verrugas, cerca de 40 tipos afectam o aparelho genital, causando condilomas (também chamados verrugas genitais)..

Estima-se que 80% das mulheres e dos homens têm contacto com o vírus em alguma fase da sua vida. Na maioria das situações não resultam em problemas mais graves. Contudo, se o sistema imunitário está mais vulnerável pode tornar-se uma infecção persistente e causar cancro do colo do útero. A forma mais fácil de diagnosticar é através do exame citológico (Papanicolau).

São factores de risco:

  • relações sexuais muito precoces
  • elevado número de parceiros
  • tabagismo

Já existem disponíveis em Portugal vacinas que previnem a infecção por alguns tipos de HPV.

Desde o início de 2017, está disponível em Portugal a vacina nonavalente que protege contra 9 tipos de HPV (6, 11, 16, 18, 31, 33, 45, 52 e 58). A  vacina quadrivalente foi substituída pela vacina nonavalente. Continua a ser administrada gratuitamente, no âmbito do PNV, às jovens de 10 anos, em 2 doses com intervalo de 6 meses entre elas. Em relação aos rapazes, as orientações mais recentes indicam que os rapazes também devem ser vacinados. A Comissão de Vacinas da Sociedade de Infeciologia Pediátrica e da Sociedade Portuguesa de Pediatria recomenda a vacinação dos adolescentes do sexo masculino, como forma de prevenir as lesões associadas ao HPV. Sugere-se que se fale com o/a seu/sua médico/a.

Para mais informações, consulte o site www.hpv.com ("HPV. Learn about it before your kids do"), dedicado a pais e outros educadores, da autoria da farmacêutica Merck.