Se quer engravidar

A gravidez é sempre um marco importante. Tem implicações físicas, mas também psicológicas. É importante que uma gravidez seja planeada pelos futuros pais, de modo a que todo o processo seja rodeado de estabilidade e tranquilidade.

Antes de interromper o método contracetivo que está a ser utilizado deve procurar-se um/a médico/a e realizar a chamada consulta pré-natal. Esta consulta pode ser feita no centro de saúde ou com o/a ginecologista.

Se possível, ambos os futuros progenitores devem estar na consulta. Todas as informações fornecidas por ambos relativamente ao historial clínico são fundamentais e podem influenciar a saúde do futuro filho ou filha. O estado de saúde de ambos, especialmente da futura mãe, condiciona as recomendações que o médico irá fazer. Esta consulta inclui várias áreas, nomeadamente o aconselhamento genético, o aconselhamento materno/paterno e os exames laboratoriais.

Período fértil

Ciclo menstrual

É o intervalo de tempo que decorre entre o 1º dia de uma menstruação e o dia anterior à menstruação seguinte. Um ciclo menstrual, começa a contar desde o 1º dia da menstruação. 
A duração de um ciclo menstrual varia de mulher para mulher e, por vezes, de mês para mês. Um ciclo é considerado regular se, num período de seis meses, tiver a duração média de 28 dias com variações entre 21 e 35 dias. Há mulheres que têm Ciclos Menstruais considerados irregulares se a duração dos ciclos for muito variável (menos de 21 dias ou mais de 35 dias de intervalo entre cada menstruação).  

Nas adolescentes, os primeiros ciclos menstruais podem ser muito irregulares o que, habitualmente, é normal. Mais tarde, quando a mulher deixa de menstruar, dizemos que entrou na menopausa e isso significa que os ovários deixaram de produzir óvulos. Para a maioria das mulheres, a menopausa ocorre entre os 45 e os 55 anos, podendo acontecer de forma súbita ou gradual.

Período Fértil

É o intervalo de tempo do ciclo menstrual em que o organismo da mulher reúne uma série de condições favoráveis à ocorrência de uma gravidez. 

Ovulação

O ovário contém uma espécie de cápsulas (chamadas folículos) do tamanho da cabeça de um alfinete. Pelo menos um destes folículos vai crescer e ficar do tamanho de uma ervilha. Este processo demora cerca de 14 dias e chama-se fase folicular do ciclo menstrual. Por volta do 14º dia do ciclo, o pequeno folículo rompe-se e sai de dentro dele um óvulo (célula reprodutora feminina). A este fenómeno dá-se o nome de ovulação. 

A menstruação

Logo após a ovulação, o interior do útero (chamado endométrio) torna-se mais espesso, com muitos vasos sanguíneos. Esta transformação tem como objetivo preparar o útero para receber o ovo (óvulo fertilizado). Esta é a fase da "preparação do ninho" para uma gravidez, caso esta ocorra.
Se não houver gravidez, soltam-se os vasos sanguíneos do endométrio que saem pela vagina da mulher, provocando a menstruação. Este momento marca o início de um novo ciclo menstrual. 
Se ocorrer uma gravidez, não há menstruação. 

Fecundação

O óvulo inicia uma viagem pelas trompas de Falópio, aí ficando entre 24 a 48 horas. Se nada acontecer, esse óvulo acaba por degenerar, ou seja, deixa de poder ser fecundado, e acaba por ser expelido do aparelho reprodutor feminino.
No entanto, se ocorrer uma relação sexual e um espermatozoide (a célula reprodutora masculina) encontrar e se unir ao óvulo, ocorre a fertilização ou fecundação. A partir desse momento começa a formação do ovo. 
Os espermatozoides podem sobreviver no interior do útero, cerca de 72 horas ou mais.