Parto

Sinais de parto

Existem 3 sinais de parto, que podem ocorrer por esta ordem:

Rolhão
Expulsão do rolhão mucoso - Eliminação, pela vagina, de uma substância gelatinosa de cor rosada ou acastanhada. A sua expulsão pode ocorrer dias ou horas antes do parto e significa que o nascimento poderá estar para breve.

Bolsa
Rotura da bolsa de águas - É a saída de líquido amniótico pela vagina, devida à rotura das membranas que envolvem o bebé. Pode sair lentamente ou de repente, em grande quantidade. Normalmente este líquido é claro e transparente. Quando isto acontecer a mulher deve dirigir-se ao hospital da sua área.

Contrações
Contrações uterinas - No início do trabalho de parto as contrações são irregulares (ou seja, os intervalos não são certos) e pouco frequentes. 

Trabalho de parto e respiração

Dilatação

O colo do útero, por onde o bebé irá passar, começa a encurtar e a dilatar até chegar aos 10 cm. As contrações são cada vez mais regulares e próximas. É o período mais demorado do trabalho de parto, podendo demorar de 12 a 16 horas num primeiro filho.

Se a mulher se virar para o lado esquerdo quando deitada, facilita a oxigenação do feto. No início e durante a contração, deverá inspirar profundamente pelo nariz como se estivesse a cheirar uma flor e deitar o ar fora pela boca como para apagar uma vela. 

Quando a contração terminar deverá inspirar e expirar profundamente. No intervalo das contrações deve respirar normalmente, relaxando o mais possível. 

Expulsão

Quando a dilatação está completa, começa a expulsão. Pode demorar 20 a 40 minutos num primeiro filho. No parto normal, o feto desce ao longo da bacia e acaba por sair para o exterior através da vagina. 
Em cada contração a mulher deverá inspirar profundamente e não deixar sair o ar enquanto faz força. Deverá expirar de seguida. 

Dequitadura

Depois do nascimento do bebé, a placenta e as membranas que envolveram o feto saem por si próprias. A equipa médica poderá massajar a barriga da mulher para ajudar a placenta a desprender-se do útero. Após o parto, a posição mais adequada para a recuperação é de barriga para cima.

Cuidados no pós-parto

Os cuidados de higiene no pós-parto são importantes para o bem-estar da mulher e para acelerar a cicatrização do períneo. É normal que a mulher continue a ter perdas de sangue durante dias ou semanas (lóquios). 

É importante tomar banho todos os dias, manter a zona genital limpa e seca e mudar com frequência os pensos higiénicos (no mínimo de 4 em 4 horas).

Para recuperar a forma física, é necessária uma alimentação equilibrada. Assim que sinta disposição, a mulher deve fazer exercícios adequados à sua condição, que a ajudem a recuperar a forma.

O exame pós-natal ("revisão pós-parto") realiza-se 4-6 semanas depois do parto. Se não tiver acontecido antes, esse poderá ser também o momento para escolher a contraceção que irá iniciar, com aconselhamento médico.