A APF COMEMORA 50 ANOS

50 anos APF

A Associação para o Planeamento da Família (APF) nasceu em 1967, foi a organização pioneira em Portugal do planeamento familiar nos anos 60 e 70, e da educação sexual nas escolas, nas décadas de 80 e 90, e envolveu-se ativamente em áreas tão diversas como o combate à SIDA, a luta pela erradicação da mutilação genital feminina ou o apoio às vítimas de tráfico de seres humanos, sempre numa ótica de ajudar as pessoas a fazer escolhas informadas e de promover a saúde e os direitos sexuais e reprodutivos.

A APF é uma organização perene, ativa e resiliente, que tem, desde a sua constituição, articulado uma intervenção cívica no desenho das políticas públicas relacionadas com os seus temas de intervenção, com uma extensa atividade  em  todo  o  território,  junto  das comunidades  que serve, sobretudo as mais vulneráveis. Tem, por outro lado, apoiado as instituições e os profissionais que recorrem aos serviços que presta ou são parceiros nas  suas iniciativas. 

As comemorações do 50º Aniversário da APF irão constituir, em primeiro lugar, uma oportunidade para um balanço crítico dos enormes progressos alcançados em Portugal nos últimos 50 anos nos campos da saúde e dos direitos sexuais e reprodutivos. Deverão, também, constituir um exercício prospetivo de identificação de novos problemas e necessidades não resolvidos e das barreiras ainda existentes, em Portugal e à escala global, em diversos grupos etários e sociais  para a vivência plena da sexualidade e da parentalidade.

Um ponto central da celebração do primeiro meio século da Associação vai ocorrer no dia 19 de maio em Lisboa com a realização das 15ª Jornadas Nacionais da APF, cujo programa será a seu tempo apresentado. Muitas outras iniciativas irão acontecer distribuídas ao longo de 2017 e nas seis regiões em que a APF está presente e interventiva.