SENSIBILIZAÇÃO: Tráfico de Seres Humanos (TSH)

Disponível em todo o país, excepto Açores e Madeira1 Janeiro 2017

Ações de (In)Formação
Gratuitas

O Tráfico de Seres Humanos (TSH) é uma realidade com um impacto económico comparável ao do tráfico de armas e de droga.

Sendo um crime com dimensão nacional e transnacional, Portugal é simultaneamente país de origem, trânsito e destino de TSH. São as mulheres e as crianças que apresentam um maior grau de vulnerabilidade e os seus agressores raramente são constituídos arguidos.

É um fenómeno que permanece oculto e por isso, difícil de ser reconhecido, sinalizado e identificado. A prevenção do TSH passa sem dúvida pela disseminação de conhecimentos acerca desta realidade. Mais conhecimento traduz-se numa melhor e maior adequação e adaptação das políticas de intervenção.

Destinatários

  • Estudantes: 2º e 3º ciclos, ensino secundário e profissional
  • Orgãos de Polícia Criminal (OPC)
  • Profissionais de saúde, educação e do terceiro setor

Objetivos

Sensibilizar os destinatários para o fenómeno do TSH, dotando-os de conhecimentos e ferramentas que lhes permitam apoiar a prevenção, sinalização ou denúncia de presumíveis vítimas.

Conteúdos

  • Definição do Tráfico de Seres Humanos (TSH)
  • O TSH em Portugal
  • Indicadores de TSH
  • Direitos e deveres das vítimas
  • Contactos de apoio e suporte

Formato

  • Ações abertas em permanência em todo o país (excepto Açores e Madeira) 
  • Duração mínima de 45 minutos, com conteúdos adaptados aos diferentes públicos alvo
  • Local e data a definir em conjunto pelos formadores APF e as entidades interessadas ou de acolhimento das ações
  • Ações gratuitas, mediante pré-agendamento e avaliação da disponibilidade dos formadores 

Agendamento

Para agendar uma ação na sua escola ou organização, contacte por favor a equipa APF mais próxima da sua localidade: